Obras de Caridade

Existe um contexto, um pano de fundo, por trás de todas as obras de caridade que a igreja realiza, que é a fé em Jesus Cristo. É um erro grave – um erro danoso – supor que o Cristianismo é primariamente um sistema de ética, ou que ele é principalmente um chamado para a justiça social e as obras de caridade. Interpretar o Evangelho de Jesus Cristo como puramente, ou até mesmo principalmente, um evangelho social é distorcer a sua mensagem e negar o seu poder. Boas obras não produzem uma religião pura; é a religião pura que produz as boas obras. Essa distinção deve ser mantida.

Vincent Cheung, Religião Pura (Publicado pela Editora Monergismo).

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: